terça-feira, 27 de março de 2012

Camanha ProDesigners e Publicitários

Não tem sido fácil, principalmente nos últimos tempos, fazer com que as "pessoas" envolvidas ou responsáveis pela mediação entre empresas e DesignersxPublicitários, entenderem o real valor destes profissionais e destas profissões, tão fundamentais nos dias de hoje.
Fico imaginando se, estas mesmas "pessoas", quando vão ao médico, dão tantos palpites e fazem tantas recusas à estes profissionais, desconsiderando suas prescrições e alterando por conta própria os remédios recomendados.
Ah, claro que não, médicos passam anos e anos na faculdade, aprendendo, lendo, estudando, operando...
Mas, Designers e Publicitários não?!
Por isso, resolvi deixar alguns conselhos para aqueles que acham que sabem como funciona esse negócio...



Campanha ProDesigners e Publicitários

quinta-feira, 22 de março de 2012

NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: AS FERRAMENTAS DO APRENDER


NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: AS FERRAMENTAS DO APRENDER[1]
 Renata de Oliveira Sbrogio[2]
Há pouco tempo atrás discutia-se como seria feita a inclusão da informática em sala de aula, as disparidades sociais que ela traria visto que, nem todas as instituições escolares poderiam se equipar igualitariamente, seus benefícios e malefícios, enfim... Passados estes momentos de dúvida nos deparamos no momento exato em que já vivemos o futuro outrora sonhado e, algumas escolas já se equipam com lousas digitais e pontos de conexão para notebooks dos professores ditos para “facilitar” e agregar recursos não encontrados nas limitadas bibliotecas escolares de hoje.
Para Cox, 2003:
Sob a benção de inúmeras justificativas as máquinas de processamento invadem as salas de aula. Em posse de teclados, monitores, mouses, disquetes, drivers, impressoras e softwares, resta à escola discutir e descobrir o que fazer com esses inovadores equipamentos.  
Porém, além do preparo físico-ambiental e aquisição de equipamentos modernos existe algo mais importante a ser incorporado neste processo: a formação docente, no preparo do conhecimento e das habilidades do professor que irá ocupar a operação dos hardwares e softwares utilizados em sala de aula.
Tecnologia Educacional: ferramenta do aprender
 É importante compreender que a tecnologia, ou informática na educação, não deve ser compreendida, nem posicionada, sob a ótica de ser uma nova pedagogia, nem mesmo as pedagogias atuais (Pedagogia do Amor, Aprender a Aprender, entre outras) a que se propõem os novos padrões de educação devem, de forma alguma, servir de referência para a tecnologia na educação.

Tecnologia e informática na educação devem servir como “ferramentas” necessárias para a melhoria nas condições de ensino, facilitação na mediação de conhecimento, interatividade entre educador e aluno, elo de união fora do ambiente escolar, melhoria na qualidade do ensino e do conhecimento apresentado em sala de aula, entre outras possibilidades infinitas que a tecnologia pode oferecer à educação.

Entre as muitas melhorias que as novas tecnologias podem arremeter ao ensino podemos citar:
Contribuições possíveis para a formação dos alunos:
- Estimular os estudantes a desenvolver habilidades intelectuais;
- Aguçar o interesse em aprender além de conseguir uma maior concentração do aluno;
- Estimular a busca de mais informação sobre um assunto e de um maior número de relações entre as informações; 
-Promover a cooperação e aproximação entre estudantes fora do ambiente escolar.
Contribuições possíveis para a função do educador:
- Obtenção rápida de informação sobre recursos instrucionais;
- Maior interação com os alunos do que nas aulas tradicionais;
- Tornar o conhecimento cada vez mais atualizado e em processo de constante pesquisa;
- Maior aproximação com o mundo real dos alunos, tornando possível e melhor a mediação do conhecimento almejado.

É a partir destas possibilidades que espera-se posicionar corretamente os problemas e também as soluções para que alunos e educadores possam usufruir de todas as vantagens do uso da tecnologia na educação, uma vez que ainda se faz uso, desta mesma tecnologia, na tentativa apenas de educar o indivíduo para a cidadania e para o mundo do trabalho.

Nossas crianças já nascem usando a tecnologia, nos seus brinquedos interativos movidos a botões, luzes e sons, nos seus carrinhos de controle remoto cheios de funções, nos seus “bichinhos virtuais”, etc.

Ninguém melhor do que estas crianças, nativas digitais, estarão preparadas para o mundo do trabalho quando esta hora chegar. Mas, terão elas adquirido conhecimentos suficientes e satisfatórios para complementar as habilidades tecnológicas adquiridas ao longo da sua vida? É neste momento que entra o professor, mediador do conhecimento e do conteúdo empírico e vivencial que irá completar os saberes do educando tornando um ser mais completo e preparado. 
REFERÊNCIAS:

ALMEIDA, Fernando José de. Educação e Informática: os computadores na escola. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2005. (Coleção Questões da Nossa Época; v. 126).
 CANHOTO, Américo Marques. Educar para um mundo novo. São José do Rio Preto: Ativa, 2003.
 COX, Kenia Kodel. Informática na Educação Escolar. Campinas, SP: Autores associados, 2003.  ( Coleção Polêmicas do Nosso Tempo, 87)
 DEMO, Pedro. Educação Hoje - "Novas" tecnologias, pressões e oportunidades. São Paulo: Atlas, 2009.
 KENSKI, Vani Moreira. Educação e Tecnologias: o novo ritmo da informação. Campinas: Papirus, 2007. (Coleção Papirus Educação).
 ______. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 6. ed. Campinas: Papirus, 2008. (Série Prática Pedagógica).



[1] Este artigo, agora revisado, foi publicado originalmente no blog Ateliê de Educadores, no dia 28 de fevereiro de 2011. Disponível em: http://atelierdeducadores.blogspot.com/2011/02/novas-tecnologias-na-educacao-as.html
[2] Pós Graduada em Tecnologias na EAD pela Unicid, Pós Graduada em Didática do Ensino Superior pela UNIRP, graduada em Educação Artística com Bacharelado em Desenho de Moda pela UNIRP, docente da Unilago nos Cursos de Comunicação e PedagogiaDesigner Gráfico | Arte Finalista. E-mail: renata_sbrogio@hotmail.com



quarta-feira, 21 de março de 2012

IV Seminário de Estudos Críticos sobre Educação

IV Seminário de Estudos Críticos sobre Educação
“Trabalhadores da Educação: formação humana e compromisso político”

Data: De 07 a 12 de maio de 2012 Local: Auditório C - IBILCE – UNESP, São José do Rio Preto/SP


Organização: Marcos Rodrigues/Grupo de Estudos Filosofia da Práxis/SJRP/SP
Coordenação: Profª Drª Maria Denise Guedes – Departamento de Educação/IBILCE/UNESP - São José do Rio Preto-SP
 
Apoio: Departamento de Educação
IBILCE/UNESP - São José do Rio Preto-SP
FAPERP – Fundação de Apoio a Pesquisa e Extensão de São José do Rio Preto-SP
Grupo de Pesquisas e Estudos Marxismo, Educação e Cultura, UNESP/Rio Claro-SP
Grupo de Pesquisa Políticas Públicas e Estado Nacional, UFRR-Boa/Vista-RR

Sumário: 1 – Apresentação;
2 – Programação;
3 – Sobre as inscrições;
4 – Sobre as normas para envio de resumos;
5 – Publicação.

1- Apresentação
O Seminário de Estudos Críticos sobre Educação se consolida, em sua quarta edição, como um espaço de estudo, reflexão e análises marxistas das questões relativas à educação na sociedade capitalista. Nesse sentido, ao longo desses anos, tem contribuído com a formação dos trabalhadores e estudantes da educação e com pessoas das mais diversas áreas interessadas nesse debate. Em 2012, a partir do tema “Trabalhadores da Educação: formação humana e compromisso político”, o IV Seminário de Estudos Críticos sobre Educação visa refletir sobre as necessidades de formação e comprometimento político dos profissionais envolvidos com a educação em nosso país. Para debater esse tema contaremos com a participação de professores e pesquisadores que atuam em instituições escolares de educação básica e superior localizadas diferentes estados do Brasil: São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul e Roraima. Portanto, convidamos todos os interessados a participar e contribuir com esse debate, no período de 7 a 12 de maio de 2012, no IBILCE/UNESP-CAMPUS DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO-SP. A programação do evento contará com atividades culturais, palestras, mesa-redonda, minicursos e apresentação de trabalhos nas modalidades pôster e comunicação oral.


2 - Programação:

Segunda, 07/05

19h às 20h
Atividade Cultural: Teatro com a “Brigada de Teatro Brado”

20h às 20h30
Mesa de Abertura

20h30 às 23h
Conferência de Abertura
“Trabalhadores da Educação: formação humana e compromisso político”
Profº Gilberto de Souza, Instituto Latino-americano de Estudos Socioeconômicos – ILAESE

Terça, 08/05
14h às 18h
Minicurso I “Introdução ao pensamento de Marx”
Prof. Ms. Jean Menezes, doutorando UNESP/Marília/SP

19h15 às 23h
Mesa redonda “20 anos de educação neoliberal no Brasil: conseqüências e desafios para os trabalhadores da educação”
Profª Drª Ana Lucia de Sousa, UFRR/Boa Vista/RR
Profª Drª Áurea de Carvalho Costa, IB/UNESP/Rio Claro/SP

Quarta, 09/05

14h às 18h
Minicurso II “Educação como atividade mediadora do processo de formação do indivíduo”
Profª Drª Maria Denise Guedes, Departamento de Educação/IBILCE/UNESP

19h15 às 23h
Palestra: “A condição da mulher profissional da educação”
Prof.ª Janaína Rodrigues, Profª Rede Pública Estadual, São Paulo/SP, membro Coordenação da Nacional do Movimento Mulheres em Luta
Palestra: “As condições de trabalho no magistério paulista: a degradação de uma profissão e os seus reflexos no ensino”
Profª Eliana Nunes dos Santos, Profª da Rede Pública Estadual/SP, Diretora Executiva da APEOESP

Quinta, 10/05
14h às 18h
Minicurso III “Introdução ao pensamento de Vygotsky”
Prof. Dr. Paulo César Duarte Paes, UFMS/Campo Grande/MS

19h15 às 23h
Palestra: “A educação como mercadoria: produção, consumo e descarte
Profª. Ms. Vanessa Batista de Andrade, UNIOESTE/ Foz do Iguaçu/PR
Palestra: Educação contra o capital: a contribuição de Vygotsky
Prof. Dr. Paulo César Duarte Paes, UFMS/Campo Grande/MS

Sexta, 11/05
13h às 16h
Minicurso IV “Moral da história: narrativas, educação e política”
Prof. Dr. Antonio Rodrigues Belon, UFMS/Três Lagoas/MS

16h às 17h30
Apresentação de Trabalhos I - Painéis
Local: Saguão de Entrada do IBILCE

19h às 19h30h
Atividade Cultural: Violão Clássico com Gabriel Gurae Guedes Paes
Prof. de Filosofia na Rede Estadual em Rio Claro/SP

19h30h às 23h
Palestra: "Educação como autoconstrução e autoconsciência: teoria e prática na História"
Prof. Dr. Marcelo Gomes, UNIOESTE/Toledo/PR
Palestra: "Havia uma sala de aula no meio do caminho"
Prof. Dr. Antonio Rodrigues Belon, UFMS/Três Lagoas/MS

Sábado, 12/05
8h30 às 12h
Apresentação de Trabalhos II – Comunicação Oral
Local: Auditório C
(Favor chegar com no mínimo 15min de antecedência)


3 – Sobre as inscrições
Os inscritos receberão certificado de participação com carga horária de 45 horas, sendo que será necessário o comparecimento em no mínimo 75% das atividades. O certificado contém programação completa, nota de participação e rendimento.

Taxa de inscrição para inscrições realizadas até 4 de maio de 2012:
R$20,00 – alunos de graduação
R$25,00 – alunos da pós-graduação, professores e demais profissionais
Faça sua inscrição o quanto antes. Após essa data (4/5) e no primeiro dia do evento a taxa de inscrição passará à R$30,00 para todas as pessoas.

Vagas limitadas: 230
Obs: A verba arrecadada com as inscrições será destinada ao pagamento das despesas com os palestrantes convidados.


Locais de inscrição:

Pessoalmente:
De segunda à sexta feira, das 16h às 19h no saguão de entrada do IBILCE/UNESP de São José do Rio Preto, SP
Rua Cristóvão Colombo nº 2265 - Jd. Nazareth

Inscrições por email: 1º - Faça o recolhimento da taxa da inscrição na agência bancária abaixo.

Banco Itaú
Agência: 0045
Conta Poupança: 28.418-9/500
Marcos E. R. Alves

2º - Realizado o depósito enviar os dados ou o recibo escaneado juntamente como os dados pessoais:
Nome completo: (sem abreviações)
RG:
E-mail:
Instituição: (onde estuda ou trabalha)
Formação: (que curso fez ou esta fazendo)
Se é professor, aluno ou outro:
Se pretende ou não apresentar trabalho.

3º - Envie seus dados, mais o comprovante de depósito bancário escaneado com seu nome legível escrito para: educritica@ig.com.br


4º - É imprescindível para que sua inscrição seja efetivada que sejam enviados todos os dados solicitados. Após o envio, num prazo de no máximo 48h, o inscrito receberá uma mensagem confirmando sua inscrição.


4 – Sobre as normas para envio de resumos

ATENÇÃO!
PRAZO FINAL PARA ENVIO DE RESUMOS: 01 de maio de 2012
 
Enviar o resumo, juntamente com os dados pessoais e o comprovante de pagamento de inscrição para:

educritica@ig.com.br

Após o envio aguarde a confirmação do recebimento em 48h.

Normas para envio de resumos:
Os resumos devem ser escritos em Português no programa Word/ Windows 2003 (e anteriores) devem incluir título, autor(es), instituição, email, e conteúdo.
O conteúdo deve ter no mínimo 15 linhas e no máximo 20 linhas com fonte Arial, tamanho 12, espaço simples. Margens de 3 cm (direita, esquerda, acima e abaixo).
Os resumos devem ter apenas uma página, sem utilização de nenhum gráfico ou tabela.
O título deve vir em letra maiúscula e negrito, seguido do nome(s) do(s) autor(es) e da(s) Instituição(ões) a(s) qual(is) pertence(m).
(Obs.: Co-autores e orientadores, caso necessitem de certificado, devem obrigatoriamente estar inscritos no seminário, mesmo que somente o apresentador do trabalho compareça). O resumo deve estar abaixo do cabeçalho. Deve ser objetivo e conciso e oferecer informações essenciais.

Eixos temáticos:
- Formação de Educadores
- Educação e Políticas Públicas
- Marxismo, História e Educação
- Pedagogia Histórico-crítica
- Educação, Literatura e Cinema
- Políticas Públicas e Serviço Social
- Educação, Arte e Emancipação Humana

Para maiores informações entre em contato:
Por email: educritica@ig.com.br
Ou pelos fones:
Marcos: (17) 3238-1271 / 9713-1587
Maria Denise: (17) 3221-2539 / 9712-8072

IMPORTANTE Só serão aceitos os trabalhos que chegarem junto com:
- Os dados pessoais do autor;
- O comprovante de pagamento da taxa de inscrição que, caso feito via depósito bancário, deve constar o nome legível do depositante na imagem do depósito.

5 – Publicações
Estamos providenciando o cadastro do caderno de resumos do IV Seminário de Estudos Críticos sobre Educação na Biblioteca Nacional e será enviado por email aos autores que comparecerem na apresentação dos trabalhos.

Atenção!
O autor que enviar o trabalho e não confirmar o pagamento da inscrição no evento até o dia 01/05/2012 não terá o resumo publicado no Caderno de Resumos.

Qualquer dúvida estamos a disposição por email: educritica@ig.com.br

 

sábado, 17 de março de 2012

A Tecnologia e a Família

Excelente animação, dica encontrada no Educa Tube!

Reprodução:
Educa Tube: A Tecnologia e a Família:
Um vídeo de Eliezer Castillho, que já chama a atenção pela citação de Elbert Green Hubart: "Uma máquina pode fazer o trabalho de 50 homens comuns. Porém, não existe nenhuma máquina que possa fazer o trabalho de um homem extraordinário".
De fato: as máquinas podem fazer múltiplos serviços, mas jamais poderão substituir a criatividade humana. Da mesma forma que não tem de forma alguma a substituição do professor presencial pelo Professor You Tube - aquele que faz um vídeo, tendo formação ou não - e que com esse acervo poderá substituir o educador em geral. Cabe aos educadores criativos gravarem suas aulas e disponibilizarem no You Tube para incentivar a outros fazerem o mesmo, e com essas trocas, favoverece a própria educação. Saber usar os recursos tecnológicos a seu fazer é o grande desafio do educador do século XXI.
Desde o surgimento da TV, muita coisa mudou na relação familiar, quando não só os pais, mas as mães, começaram a trabalhar fora e a televisão a ser o primeiro educador dos filhos, quando deveria ser o terceiro ou quarto, justamente depois dos pais, escola...
Hoje assistimos às crianças serem o reflexo do que veem nesses espelhos digitais... Telas que se parecem janelas virtuais... Todos são receptores... Recebem algo sem a devida contextualização dos pais. O papel social dos pais, como primeiros educadores da criança, precisa ser resgatado com urgência.
Apesar de tudo, a
educomunicação - que é usar os recursos de comunicação, mídias etc em prol da divulgação de atividades escolares -, pode ser uma grande aliada dos professores no ambiente esoclar e na comunidade em geral.
O blog é uma dessas ferramentas que promove a interação entre professores e alunos, e também a comunidade escolar. O uso adequado da televisão no ambiente escolar também requer planejamento, para que não seja mera atividade recreatia de assistir a um vídeo, filme, desenho animado sem nenhuma proposta educacional...


sexta-feira, 16 de março de 2012

Arte do Lixo

Reprodução!
Disponível em: http://abcdesign.com.br/


Arte do Lixo!?



O conceito de que lixo é reaproveitável é lavado ao pé dá letra pelos artistas Tim Noble e Sue Webster. O que o casal faz é amontoar muito lixo, jogar luz atrás dos objetos e criar sombras bem delineadas que parecem a siluetas de animais, humanos e até cidade, como mostram as fotos.

Para saber mais sobre os artistas é só entrar no www.timnobleandsuewebster.com



Via www.incrediblethings.com

Curso "Design e Inovação de Embalagem"

Reprodução:
 
Inscrições abertas: Curso "Design e Inovação de Embalagem"
 
A ESPM oferece o curso de atualização "Design e Inovação de Embalagem", que ensina os conceitos mais avançados em tema de embalagem e como a conceberem como um fator importante na agregação de valor à marca e ou produto. O curso é divido em dois módulos, o de design e o de inovação.
Para mais informações visite o site do Portal ESPM, ou pelo telefone (11)5081-8225. As matriculas estão abertas até o dia 19 de março, neste link; as aulas tem início no dia 20.

Notícia veiculada em http://www.designbrasil.org.br/


quinta-feira, 15 de março de 2012

Comemoraçã​o ao Dia Internacio​nal da Síndrome de Down

Atenção, alunos(as) da Pedagogia Unilago!
Palestras em Comemoraçã​o ao Dia Internacio​nal da Síndrome de Down,
quarta-feira, dia 21 de março no anfiteato da Unilago, no período noturno. Participem e colaborem com o Projeto Ding Down.
 
Para colaborar, solicitamos que contribuam com doações de:
papel crepon, papel de seda, lápis de cor, brinquedos pequenos e cds infantis.
Doações deverão ser entregues no local da palestra.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Dicas de Espanhol(6) com o Prof. Fillippi Borrero

Pra você que está tentando aprender espanhol por conta própria, ou que simplesmente tem curiosidade pelo idioma, deixaremos algumas dicas para ajudar no teu aprendizado.


Música & Cultura


Esta semana deixaremos um pouco de lado as dicas “normales y corrientes” de gramática, vocabulário, etc. No Brasil não temos contato com o mundo da música Pop em espanhol, pois quase tudo que se ouve nos meios de comunicação que não está no nosso bom e velho português geralmente está em inglês. Por isso é provável que vocês estranhem na primeira vez que escutem um Rock em espanhol, mas... não se assustem!! Logo o ouvido se acostuma.

“La canción” de hoje se chama “La Casa por el tejado”, de um grupo (que eu gosto muito) que se chama “Fito & Fitipaldis”. Fito Cabrales (Adolfo Cabrales), cantor, guitarrista e mentor do grupo, é o típico roqueiro com “pantalones vaqueros y chupa de cuero” (calça jeans e jaqueta de couro). O grupo tem origem no País Vasco, região norte da Espanha, e poderíamos dizer que são os “Paralamas do Sucesso” versão espanhola. A música é parte do disco titulado Lo más lejos, a tu lado” (2003).
Aqui está a letra da música original em espanhol, uma tradução ao português e o link pra escutar a música no youtube. Se quiserem conhecer mais sobre o grupo, aqui vai a página deles : www.fitoyfitipaldis.com


Link : http://youtu.be/hH_NFQFor54


Obs.: “Fito” em espanhol é um apelido para Adolfo ou Rodolfo (Adolfito / Rodolfito)




La Casa por el Tejado



Ahora sí, parece que ya empiezo a entender

Las cosas importantes aquí son las que están detrás de la piel

Y todo lo demás empieza donde acaban mis pies

Después de mucho tiempo aprendí que hay cosas que es mejor no aprender



El colegio poco me enseñó

Si es por esos libros nunca aprendo



A coger el cielo con las manos

A reír y a llorar lo que te canto

A coser mi alma rota

A perder el miedo, a quedar como un idiota

Y a empezar la casa por el tejado

A poder dormir cuando tu no estás a mi lado

Menos mal que fui un poco granuja

Todo lo que sé me lo enseñó una bruja



Ruinas, no ves que por dentro estoy en ruinas

Mi cigarro va quemando el tiempo

Tiempo que se convirtió en ceniza



Raro, no digo diferente digo raro

Ya no sé si el mundo está al revés

O soy yo el que está cabeza abajo



El colegio poco me enseñó

Si es por el maestro nunca aprendo



A coger el cielo con las manos…




A Casa pelo Telhado 



Agora sim, parece que já começo a entender

As coisas importantes aqui são as que estão debaixo da pele

E todo o resto começa onde terminam meus pés

Depois de muito tempo aprendi que tem coisas que é melhor não aprender



A escola pouco me ensinou

Se dependesse desses livros nunca aprendo



A pegar o céu com as mãos

A rir e a chorar o que eu canto pra você

A costurar minha alma despedaçada

A perder o medo, a passar por idiota

E a começar a casa pelo telhado

A conseguir dormir quando você não está ao meu lado

Ainda bem que fui um pouco esperto

Tudo o que eu sei foi uma bruxa que me ensinou



Ruínas, você não vê que por dentro estou em ruínas

Meu cigarro vai queimando o tempo

Tempo que se transformou em cinzas



Estranho, não digo diferente, digo estranho

Já não sei se é o mundo que está ao contrário

Ou sou eu que estou de ponta cabeça



A escola pouco me ensinou

Se dependesse do professor nunca aprendo



A pegar o céu com as mãos...



Espero que tenham gostado da música. Se quiserem informações sobre nosso curso de espanhol, escreva para espanol.fluyente@gmail.com com a referência “dicas_de_espanhol”.

Muchas gracias. ¡Nos vemos pronto! 

Fillippi Borrero é brasileiro de São Paulo/SP. Nasceu em 08/08/75, descendente de uma família de Andaluzes (Sul da Espanha), e mora desde 2005 em Barcelona (ES). Diplomado pelo Instituto Cervantes com o D.E.L.E. (Diploma de Español como Lengua Extranjera) Nível C2 (Superior)

II Simpósio Regional de Literatura para Crianças e Jovens


segunda-feira, 12 de março de 2012

Sala de Educadores 2012: Senac São José do Rio Preto

Atenção queridos alunos, já estão abertas as inscrições para a "Sala de Educadores 2012" do Senac. Aqui em Rio Preto serão 4 temas.
Evento gratuito.


" A Sala de Educadores é um evento que tem como propósito promover a reflexão sobre temas da área de educação, através de encontros para discutir assuntos relacionados."

Temas:





Educação Inclusiva
Data e horário: 27/04/2012 Das 19h30 às 22 horas
Preço: Gratuito


Andragogia: Estimulo para o Adulto Aprender
Data e horário: 29/06/2012 Das 19h30 às 22 horas
Preço: Gratuito


Educação Afetiva
Data e horário: 31/08/2012 Das 19h30 às 22 horas
Preço: Gratuito


Educação dos Sonhos: Educando para a Cidadania
Data e horário: 26/10/2012 Das 19h30 às 22 horas
Preço: Gratuito


                         Para inscrever-se clique na imagem abaixo!