terça-feira, 17 de outubro de 2017

A arte: nosso direito de "ser" e evoluir

Temos enfrentado diversos episódios de cerceamento da liberdade expressão e acesso à cultura em nosso país. Triste realidade de uma sociedade que não sabe mais respeitar a liberdade do próximo. Presos em suas meias verdades internas, veem problemas onde não tem e julgam sem conhecimento de causa.

Estudei 4 anos de Educação Artística e trabalho há 19 anos com artes gráficas. Profissão completamente desvalorizada em nosso país pois, o ensino de arte sempre foi, e ainda é, muito limitado em nossas escolas. Crescemos com uma noção de arte que não é a ideal.

A arte, em toda sua diversidade (plástica, cinema, fotografia, escultura, pintura, gravura,...), é um componente fundamental na formação humana e crítica dos cidadãos. É pela arte que conhecemos o belo, a felicidade e, também, enxergamos nossas fragilidades e a do próximo. Quando renegamos qualquer tipo de arte, demonstramos o medo que temos de acessar nossos "arquivos" pessoais e evoluir, pois abdicar de vícios e pensamentos nocivos é muito mais doloroso do que se imagina.

É lógico que este texto não vai conseguir abordar toda a essência dessa problemática, mas eu precisava tanto desabafar comigo mesma e, talvez, tenha alguém do outro lado sofrendo tanto quanto eu.

Quando lutamos pela nossa liberdade de ser, de ver e evoluir, estamos lutando, também, pela liberdade do nosso próximo.

Quando proíbem uma exposição de arte, porque "acham" que não é arte, estão cerceando o meu direito de ver, de ser e evoluir. Ninguém quer obrigar ninguém a ver o que não quer. Só queremos ter a nossa liberdade de ver, se for de nossa vontade evoluir.

Quando lutamos pela legalização do aborto, também não estamos obrigando ninguém a abortar. Eu mesma jamais o faria, nem por isso posso ser contra a liberdade do meu próximo em ser responsável pelo seu próprio corpo e escolhas.

Quando lutamos pela legalização da maconha não estamos querendo dizer que vamos todos ter que usar a substância, mas que queremos que ela possa ser usada, inclusive de forma medicinal (uso com benefícios já comprovados pela ciência), mas principalmente que isso enfraqueça seu comércio ilegal, fragilizando o tráfico e reduzindo-se os lucros de criminosos que se aproveitam das doenças do corpo e da alma de pessoas que são dependentes químicas.

Não estamos obrigando ninguém a entrar numa galeria de arte queer, nem a levar os seus filhos para participar de uma expressão artística com homem nu. Eu só quero o meu direito de poder usufruir dessa arte e de levar meus filhos onde eu quiser, para eles eles também tenham o direito de "ser" e evoluir por meio da arte, pois é isso que arte nos proporciona.

Ninguém é obrigado a assistir a um programa de televisão se não quiser, basta desligar o aparelho mas, certamente, os mesmos indignados com as "exposições da revolta" do momento, estão ansiosos para o lançamento do novo filme da trilogia 50 tons de Cinza, o 50 tons de Liberdade, que será lançado em breve. E, sim, isso também é arte, e não é porque não me agrada que vou proibir alguém de vê-lo!

Eu só quero o direito de acessar qualquer arte que me ajude a ser melhor. É o meu direito de "ser" e evoluir.

terça-feira, 19 de setembro de 2017

26 logotipos criativos inspirados em números

Em alguns jobs, podem existir a oportunidade de trabalhar com números, deixando logotipos mais criativos e únicos.
Nessa série você pode conferir algumas criações baseadas em números, que permitem a você ter grandes inspirações caso tenha ou possa trabalhar com números na criação do seu logotipo.
Veja:

26 logotipos criativos inspirados em números

terça-feira, 18 de julho de 2017

Movimento Maker!

O movimento Maker tem crescido fortemente e, em algumas escolas, já é uma realidade produtiva. Os alunos da geração atual, nativos digitais, trazem consigo a habilidade de programar e uma criatividade ímpar. Incentivar o uso dessa criatividade, aliada à criação de games, é uma ação benéfica para o desenvolvimento de diversas outras habilidades para essa geração.


Para saber mais, leia a matéria abaixo...


"Crianças e adolescentes nascidos no século 21 lidam com tecnologias das mais diversas, antes mesmo de aprenderem a ler e a escrever. Com isso, a forma de ensinar e o que ensinar estão mudando drasticamente, levando em conta as necessidades e ambições das novas gerações.
Países como a Coreia do Sul e Reino Unido já têm no currículo escolar infantil o ensino da programação e robótica. No Brasil, ainda que se observe uma forte tendência de se tornar uma disciplina obrigatória, essa realidade é vista somente em algumas escolas particulares. Contudo, já existe cursos para crianças aprenderam a criar seus próprios games, por exemplo.'"
...
Leia na íntegra:
https://canaldoensino.com.br/blog/curso-gratuito-ensina-criancas-a-criarem-seus-proprios-videogames


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Dica de Leitura: Relação com o aluno é tão importante na escola quanto na universidade

"A vida universitária é associada a uma época de independência e de autonomia do estudante em relação aos seus estudos. Isso não significa, porém, que os professores e as instituições de ensino devem criar barreiras na sua relação com o aluno, porque ele ainda precisa de apoio para conciliar os estudos com o que acontece fora da sala de aula e do ambiente de ensino."

Continue  leitura direto na fonte:

http://porvir.org/relacao-aluno-e-tao-importante-na-escola-quanto-na-universidade/

Vale a pena conferir: 8º CONGRESSO INTERNACIONAL DE DESIGN DA INFORMAÇÃO – CIDI 2017

Reprodução:

8º CONGRESSO INTERNACIONAL DE DESIGN DA INFORMAÇÃO – CIDI 2017

  
CONGIC é um fórum da graduação para a discussão e a reflexão sobre design da informação, no qual estudantes e recém-formados podem apresentar suas pesquisas, trocar ideias, além de melhorar suas habilidades de comunicação.
Submetendo sua pesquisa o estudante ou o recém-formado poderá participar do Prêmio SBDI para Jovens Profissionais. Também é possível fazer inscrição como estudante voluntário, para ajudar a fazer o CIDI 2017 e do CONGIC 2017 uma ótima experiência para os participantes do evento!
A Sociedade Brasileira de Design da Informação – SBDI e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN estão organizando o 8o Congresso Internacional de Design da Informação – CIDI 2017 e o 8o Congresso Nacional de Iniciação Científica em Design da Informação – CONGIC 2017, que serão realizados no Parque da Cidade e na Universidade Federal do Rio Grande do Norte em Natal, de 29 de outubro a 01 novembro de 2017. Estes são eventos de caráter científico, com periodicidade bienal, e objetivam a discussão e reflexão sobre o design da informação no Brasil e em âmbito internacional.
O CONGIC é um fórum da graduação para a discussão e a reflexão sobre design da informação, no qual estudantes e recém-formados podem apresentar suas pesquisas, trocar ideias, além de melhorar suas habilidades de comunicação.
Os dois eventos tratarão dos seguintes eixos temáticos em design da informação:
·  Comunicação
·  Educação
·  Sociedade
·  Tecnologia
·  Teoria e História

Mais informações para submissão clique aqui.

Fonte: http://www.designbrasil.org.br/agenda/congic-2017/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+DesignbrasilorgbrGeral+%28DesignBrasil.org.br+%7C+Geral%29&utm_content=Netvibes

quinta-feira, 23 de março de 2017

Inspirarte: nova plataforma digital conecta profissionais, estudantes e amadores das artes

Tem novidade na rede pra testar:

INSPIRARTE: NOVA PLATAFORMA DIGITAL CONECTA PROFISSIONAIS, ESTUDANTES E AMADORES DAS ARTES
A plataforma digital Inspirarte (www.inspirarte.art.br), idealizada pela Faber-Castell, permite o aprimoramento de técnicas, estilos, com tutoriais e dicas criativas para trabalhos artísticos. O projeto tem o objetivo de estimular a criatividade de profissionais, estudantes, amadores e entusiastas das artes ao mesmo tempo em que cria uma comunidade virtual que incentiva a conexão dos autores e o compartilhamento das obras...
http://www.inspirarte.art.br/






12 fontes estilo Radicais / manuscritas / watercolor para você baixar grátis

Reprodução:



Adivinha… trouxemos mais fontes gratuitas para você utilizar, dessa vez no estilo radical, manuscritas e watercolor, qualquer uma para você escolher a vontade. Pode até parecer que é demais, mas é sempre bom ter muitas inspirações e opções de fontes para utilizar, então porque não encontrá-las todas em um só lugar?! Por isso juntamos aqui […]



http://bonstutoriais.com.br/fontes-gratuitas-estilo-radical-manuscritas-watercolor/