A escola da vida

Dias atrás, nem o cansaço extremo foi suficiente para impedir que, no meio da madrugada, minha mente continuasse a trabalhar. Eu queria dormir, precisava dormir, mas a minha cabeça não deixava. Uma das minhas preocupações, em meio a trabalhos de design a entregar, novos trabalhos a começar, clientes, alunos, provas e trabalhos acadêmicos para corrigir, casa para limpar, era este texto aqui. Minha mente estava tão cheia que, mesmo com muitas ideias, eu não conseguia definir o que escrever e nem como começar.


[...]

Quer saber como este texto terminou? Leia na íntegra:

http://professorestransformadores.strikingly.com/blog/coluna-da-renata-sbrogio-a-escola-da-vida



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atualização deixa Facebook com mais de 2.000 emojis

É tempo de transformar