quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O conhecimento por um fio

Último dia do mês (ufaaaaa). Agosto é um mês longo, sem feriados (nem um único feriadinho municipal, ao menos aqui). Mas, como faz parte da vida, amanhã começa um novo mês. Ou seja, um novo (re)começo dentro dos muitos que vivenciamos ao longo de cada ano e ano após ano... Assim também é a vida de um professor que trabalhe com conteúdos ligados às diversas tecnologias de informação e comunicação. Só que este recomeço é diário. Nosso conhecimento está sempre por um fio!
...

Continue a leitura:
http://professorestransformadores.strikingly.com/blog/coluna-da-renata-sbrogio-o-conhecimento-por-um-fio


quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Vamos à caça?

Meu texto desta semana para o Professores Transformadores...Vamos à caça?


Caros leitores, antes de entrar no assunto de hoje, preciso dar algumas explicações. Nem de longe me considero uma pessoa divertida (embora eu saiba que a maioria se diverte com meu jeito levemente espontâneo de ser), não gosto de desenhos animados e não tenho ânimo para jogos (pelo menos, não por tempo prolongado). Certamente, isso se deve a fatores e vivências pelas quais eu passei, mas isso não vem ao caso agora. De fato, não sou uma pessoa de espírito infantil e não lamento por isso. Seriedade e racionalidade me trouxeram até aqui e não posso reclamar do que conquistei por meio delas. Também não sinto que, com a idade, isso possa mudar. Lembro-me que, aos 14 ou 15 anos, as pessoas costumavam se espantar com minha responsabilidade e maturidade. Hoje, sinto-me mais leve, menos tensa e sorrio com maior frequência, pois já não carrego a instabilidade da adolescência, nem os problemas que me atormentaram naquele período, mas continuo não gostando de brincadeiras e totalmente sem paciência para isso.

Continua...

Leia na íntegra:

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Lições do Esquadrão Suicida para publicitários

REPRODUÇÃO:



Fique tranquilo, não tem spoilers sobre o filme
Não é exagero afirmar que Esquadrão Suicida foi um dos filmes mais esperados do ano, mas que logo virou decepção por grande parte do público e crítica. E a estratégia de marketing e campanha publicitária para o seu lançamento contribuíram decisivamente para o resultado.
Esquadrão Suicida Coringa
Apesar do diretor David Ayer afirmar que a edição que foi aos cinemas é sua, é nítida a diferença entre o que foi mostrado na telona e nos trailers, os maiores responsáveis por empolgar o público e gerar uma expectativa que o público receberia um filme muito divertido. Como esta reação foi inesperada, a Warner testou duas versões do filme, encarecendo o produto e estabelecendo um patamar muito alto para considerar que o filme gerou lucro.
Claro que a indústria cinematográfica trabalha com metas totalmente diferentes do mercado publicitário. Mas, especialmente o lançamento do Esquadrão Suicida, serve como reflexão sobre práticas que anunciantes consideram a ideal, mas na verdade se tornam um problema em curto prazo.
O trailer saiu melhor que o filme
Agência de publicidade é contratada para solucionar o problema de comunicação do cliente, tornar seu produto ou serviço mais conhecido. E quando a campanha possui um texto matador, layout incrível e a campanha está redonda, mas o protagonista das peças não reflete o que foi anunciado?
Cliente frustrado pode gerar problemas, ainda mais na era das mídias sociais. De vez em quando aparece na sua timeline no Facebook “textão” reclamando sobre o produtos e serviços que, a primeira vista, pareciam de boa qualidade e decepcionaram. O impacto geralmente é desastroso.
Ouvir demais opiniões antes de lançar no mercado é um péssimo negócio
Com o teste das duas versões e diante do “fracasso” de Batman Vs Superman, a Warner resolveu “ouvir” as reações do público diante do trailer com clima mais divertido e autorizou refilmagens do filme. Em agências de publicidade, é comum o cliente sugerir diversas alterações, mas todos sabem que o trabalho precisa ser feito do jeito que o cliente precisa, e não como ele quer. É necessário confiança no trabalho que será entregue.
Acha que tem outro fator que deveria estar aqui? Deixe nos comentários.
Original